14 Jul 2020
Reforma administrativa
Reforma administrativa

A designada “reforma administrativa” das freguesias é um assunto que os socialistas do Porto não consideram encerrado. Foi isso mesmo que transmiti ao Secretário de Estado da Descentralização e da Administração Local, Jorge Botelho, cumprindo aquilo com que me comprometi perante os militantes do PS Porto para este mandato. Agradeço ao Jorge Botelho a disponibilidade e o trabalho que tem vindo a fazer.

A “reforma Relvas” foi desenhada no Terreiro do Paço à revelia dos portuenses e dos seus representantes, levando a erros crassos na organização do nosso território e na resposta às populações. O exemplo mais visível no Porto é na União de Freguesias que compreende o centro histórico e que vai até... à rotunda da Boavista. As populações da zona ribeirinha sabem bem o abandono a que têm sido votadas pelo presidente desta divisão administrativa sem qualquer sentido, sem capacidade de diálogo e sem interesse eleitoral numa zona que precisa de um poder local próximo e dedicado, não de um responsável associativo dos bares que vive num conflito permanente com os restantes eleitos.

É só um exemplo, entre outros. Não vai obviamente voltar a ficar tudo como estava, mas não tem de ficar tudo como está. Pela nossa parte iremos continuar a trabalhar em soluções, procurando concretizar o mais amplo consenso para as mudanças necessárias.